Massa Crítica

Como sabem, ontem foi dia de Massa Crítica esta edição contou com o (precioso) apoio do Duarte, um dos colaboradores aqui do Coimbr’a Pedal, e do Miguel, que irão conhecer aqui para a semana.

Photo 26-04-13 18 18 17

Fomos 16 mas para a próxima edição esperamos que se juntem muitos mais. Fizemos (mais ou menos) 10 km num percurso aproximado ao que está no mapa abaixo.

Para quem pensa em experimentar a bicicleta na cidade esta é, sem dúvida, uma boa forma de começar vão sempre acompanhados por pessoas que andam habitualmente que sabem os comportamentos a adotar e que vão sempre dando dicas importantes. E mesmo para quem já ande com frequência conhecem-se pessoas que também o fazem e partilham-se experiências.

Por isso, na próxima Massa Crítica esperamos que vão muitos mais ciclistas 🙂

Photo 26-04-13 19 27 26

Podem ver mais fotos aqui.

Ainda as bicicletas eléctricas #2

Apresentamo-vos uma solução inovadora no que toca a bicicletas eléctricas (que tanto jeito davam na cidade de Coimbra) a Copenhagen Wheel, desenvolvida nos laboratórios do MIT.

Copenhagen Wheel armazena a energia produzida enquanto se anda e nas travagens e usa-a quando é necessário uma ajuda. Além de não tornar a bicicleta tão pesada como o equipamento das bicicletas eléctricas tradicionais, por não ter bateria, é esteticamente mais elegante.

Pode ainda estar ligada a um smartphone de forma a fazer resumos das viagens ou para dar informações gerais sobre a cidade. Vejam mais no vídeo.

O preço deste acessório deve rondar os $600, mas ainda não está à venda. 

(Mais sobre bicicletas eléctricas aqui e aqui no blog)

Benefícios de andar de bicicleta #2

aqui falámos de que trocar o carro pela bicicleta pode ser muito saudável para a nossa carteira.   Trata-se de uma opção inteligente para a nossa economia.

Como é obvio teríamos que falar no Coimbr’a Pedal dos benefícios físicos de andar de bicicleta. Qualquer tipo de exercício faz bem ao corpo e à mente mas muitas vezes “não há tempo para fazer desporto”. Então mas e se se conseguisse aproveitar o tempo das viagens para por o corpo a mexer? Pelo menos recados do fim do dia podem ser feitos de bicicleta, certo?

41032_2

Não tendo conhecimentos suficientes para estar aqui a dissertar sobre os benefícios físicos de andar de bicicleta encontrei um documento (que me parece fidedigno) do Victoria Transport Policy Institute no Canadá que resume uma série de autores sobre este tema. Assim ficam aqui um conjunto de pontos/conclusões interessantes que se vêm menos regularmente por aí:

  • Especialistas recomendam que os indivíduos adultos devem passar no minimo 22 minutos por dia numa atividade moderada;
  • Populações com hábitos de mobilidade multi-modais tem menos propensão para problemas de excesso de peso do que populações mais orientadas para o uso do carro;
  • Pessoas que caminhem ou andem de bicicleta tendem a ser mais produtivos e a ficar menos dias doentes;
  • Um estudo de 2012 conclui que trocar o carro pela bicicleta para viagens de 5km (considerando 230 dias por ano) proporciona melhorias na saúde avaliadas em 1300€/ano.

E, para além de fazer bem ao corpo, com certeza que andar de bicicleta também faz bem à mente.